quinta-feira, 4 de maio de 2017

Zona de Fresnel e a Teoria dos Micro Setores

Hoje, os provedores de Internet via rádio precisam ser cada vez mais competitivos. A exigência dos clientes está aumentando, a concorrência está aumentando e a margem diminuindo. Por isso, eles devem ser rápidos e ágeis no atendimento, ao mesmo tempo que fogem do ruído para entregar a melhor banda. Como fazer isso acontecer?

Neste artigo vou tocar num ponto que não é novidade para os provedores mais experientes, tampouco para quem deseja empreender já tendo um conhecimento básico, mas é de fundamental importância para todos. De qualquer forma, compartilhando este conhecimento, espero ajudar até os mais antigos em alguns pontos.

A situação apresentada no subtítulo é solucionada com a Teoria dos Micro Setores, que são mini células de atendimentos, onde o POP (AP) se encontra no centro. Mas não são tão "mini" assim também. Vejamos na imagem abaixo:

Imagem ilustrativa da cidade de Salvador.

Salvador e os micro setores de provedores via rádio.
Como podemos ver na imagem, a cidade de Salvador tem diversas células de atendimento. Isso porque quanto menor e mais concentrado for o sinal naquele setor, melhor será a performance do setor como um todo.

Quando eu falei que as células não são tão pequenas, quis dizer que elas podem ter um raio de 3 km ou até mais, dependendo do ganho da antena no POP e da distância dos clientes, mas isso pode acarretar no nosso primeiro problema, que acontece bastante com provedores mais antigos e/ou que não possuem muito conhecimento técnico: Independente do ganho da antena, do ruído no local e da distância do assinante, ou seja, sem se preocupar com nada, estes provedores fazem enlaces multiponto longos demais e isso é muito prejudicial para todo o setor devido a Zona de Fresnel.

Primeiramente, vamos definir o que é o Fresnel: Podemos dizer que o raio de Fresnel é a elipse formada entre duas antenas e chamamos a primeira elipse de primeiro Fresnel, onde passam 95% dos sinais rádio elétricos. Um enlace 100% desobstruído significa que ele tem a zona de Fresnel livre de obstáculos.

Um dos diretores da Computech, Luciano Franz, foi muito feliz em realizar a analogia da imagem abaixo, que compara o Fresnel a uma bola de futebol americano, pois o formato de ambos é idêntico - uma elipse - lembrando que temos que imaginar a bola em 3D.

Imagem que compara a Zona de Fresnel com uma bola de futebol americano.
Se qualquer ponto do Fresnel estiver obstruído, seja por uma árvore ou um prédio, o sinal já não será o melhor. Com isso, devemos nos atentar a uma regrinha básica; Quanto maior a frequência da antena, menor será a Zona de Fresnel, consequentemente diminui a probabilidade de algum obstáculo interferir no enlace. Então não podemos nos preocupar somente com a visada em linha reta, é fundamental analisar toda o Fresnel antes de instalar as antenas.
  • Frequência alta = Fresnel estreito 😊
  • Frequência baixa = Fresnel largo 😟
Para finalizar, outro ponto importantíssimo de salientar é que, em qualquer enlace multiponto, o cliente com menor sinal prejudica toda a célula, logo todos os outros clientes. A Ubiquiti chama isso de weakest link, ou seja, "o sinal mais fraco". Este é um dos principais problemas que a Teoria dos Micro Setores tenta combater, pois montando setores pequenos, com o sinal concentrado e as Zonas de Fresnel desobstruídas, não haverá um cliente com "o sinal mais fraco" prejudicando o resto. Caso mesmo assim ainda haja um sinal ruim em algum dos assinantes, você tem duas opções: Infelizmente deixar de atendê-lo ou montar um novo micro setor mais próximo dele. Sempre devemos tentar optar pela segunda opção e partir para uma nova prospecção de clientes para a nova célula.

Vou deixar aqui dois vídeos do nosso canal no YouTube que falam um pouco mais sobre o assunto:
- Fresnel e a Teoria dos Microsetores

Boas instalações!